Indicadores do mercado imobiliário: quais são os principais

O mercado imobiliário é um setor complexo e dinâmico, que está sujeito a constantes mudanças. Por isso, é importante acompanhar os principais indicadores para tomar as melhores decisões.

Neste artigo, vamos abordar os principais indicadores do mercado imobiliário e como eles podem impactar o seu negócio.

O que são indicadores econômicos?

Os indicadores econômicos são dados que medem a atividade econômica de um país. Eles podem mostrar o crescimento do PIB, a taxa de inflação, o nível de emprego e outros aspectos da economia.

Os indicadores econômicos são importantes para os investidores, pois podem mostrar se a economia está crescendo ou enfrentando problemas.

Para que servem os indicadores imobiliários?

Os indicadores imobiliários são importantes ferramentas que ajudam os investidores a analisar e compreender o mercado imobiliário. Eles fornecem informações valiosas sobre o desempenho do mercado, as tendências de preços e as condições gerais do setor.

Os indicadores podem ser divididos em três principais categorias: preços, atividade e financiamento. Preços imobiliários medem o custo de venda ou aluguel de propriedades. Atividade imobiliária monitora o número de transações e os volumes de contratação.

Financiamento imobiliário rastreia as taxas de juros, os produtos de crédito e as condições de financiamento.

Cada um destes indicadores fornece informações úteis para os investidores. Preços imobiliários podem mostrar se o mercado está aquecido ou em recessão, enquanto atividade imobiliária pode dar insights sobre a demanda por propriedades.

Financiamento imobiliário pode revelar tendências nas condições do mercado creditício e identificar barreiras para o crescimento do setor.

Juntos, estes três principais tipos de indicadores formam um quadro geral do mercado imobiliário que pode ser usado para tomar decisões informadas sobre investimentos.

O mercado imobiliário é um bom indicador econômico?

O mercado imobiliário é um dos principais indicadores da economia, pois representa a oferta e a demanda de bens imóveis. A dinâmica do mercado imobiliário está diretamente ligada às condições econômicas do país, sendo um bom indicador das tendências do mercado.

Quais os índices econômicos que influenciam o mercado imobiliário?

1. Índice Nacional de Custos da Construção do Mercado (INCC-M)

O INCC-M é um indicador do mercado imobiliário que mede o custo médio da construção de imóveis no Brasil. Ele é calculado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e considera os custos com materiais, mão de obra e serviços envolvidos na construção de um edifício.

O INCC-M é importante para o mercado imobiliário porque ajuda a determinar o preço dos imóveis. Se o custo da construção aumentar, por exemplo, isso pode encarecer os imóveis e afetar negativamente o mercado.

Por outro lado, se o custo da construção diminuir, isso pode tornar os imóveis mais acessíveis e atraentes para potenciais compradores.

O INCC-M também é usado pelas construtoras para planejar seus orçamentos e pelos governos para elaborar políticas públicas voltadas à melhoria do setor da construção civil.

2. Custo Unitário Básico da Construção Civil (CUB)

O Custo Unitário Básico da Construção Civil (CUB) é um indicador do mercado imobiliário que representa o custo médio por metro quadrado de construção de um edifício. É calculado dividindo-se o valor total da construção pelo número de metros quadrados construídos.

O CUB é um importante indicador para o setor da construção civil, pois permite comparar o custo médio de construção de diferentes empreendimentos imobiliários e identificar tendências do mercado.

Além disso, o CUB também é utilizado como referência para a fixação de preços dos imóveis e para a análise econômica de investimentos em construção civil.

3. Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M)

O Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M) é um indicador do movimento de preços que cobre todo o processo produtivo, desde preços de matérias-primas agrícolas e industriais, passando pelos preços de produtos intermediários até os de bens e serviços finais. 

É composto pela média ponderada do Índice de Preços ao Produtor Amplo do Mercado (IPA-M) (60%), do Índice de Preços ao Consumidor do Mercado (IPC-M) (30%) e do Índice Nacional de Custo da Construção do Mercado (INCC-M) (10%).

O IGP-M é importante para o mercado imobiliário porque influencia diretamente os preços dos imóveis. Uma alta no IGP-M significa que os preços dos imóveis também irão subir, impactando diretamente o poder aquisitivo das pessoas. Por isso, o IGP-M é um importante indicador para quem está planejando comprar um imóvel.

4. Taxa Selic

A taxa SELIC é a taxa básica de juros da economia brasileira e é utilizada como referência para o cálculo da taxa de juros de diversos produtos financeiros, como empréstimos, financiamentos e aplicações em fundos.

De acordo com documento do Banco Central “​A Selic é a taxa básica de juros da economia. É o principal instrumento de política monetária utilizado pelo Banco Central (BC) para controlar a inflação. Ela influencia todas as taxas de juros do país, como as taxas de juros dos empréstimos, dos financiamentos e das aplicações financeiras.”

https://www.bcb.gov.br/controleinflacao/taxaselic

5. Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA)

O IPCA é o índice oficial de inflação do Brasil. É calculado mensalmente pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e tem como objetivo medir a variação dos preços de um conjunto de produtos e serviços amplamente utilizados pelos consumidores brasileiros.

O IPCA é importante para o mercado imobiliário porque serve como um indicador de inflação. A inflação é a taxa de variação do preço dos bens e serviços no mercado. Quando os preços dos imóveis aumentam mais que a inflação, isso significa que o mercado está se valorizando.

Por outro lado, quando os preços dos imóveis diminuem mais que a inflação, isso significa que o mercado está se desvalorizando.

6. Indicadores do Mercado Imobiliário ABRAINC/FIPE

Indicadores do Mercado Imobiliário ABRAINC/FIPE são um conjunto de indicadores e índices elaborados pela Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (ABRAINC) em parceria com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE), que objetivam fornecer informações para auxiliar na tomada de decisões do mercado imobiliário.

Os indicadores abrangem os principais mercados imobiliários do país. Além disso, são divididos em três grandes grupos: Indicadores Gerais do Mercado Imobiliário, Índices de Preços e Indicadores Setoriais.

Os Indicadores Gerais do Mercado Imobiliário apresentam informações sobre o volume financeiro movimentado pelo mercado imobiliário, além de dados sobre o número de transações e o valor médio das operações. Já os Índices de Preços servem para mensurar a variação dos preços dos principais produtos imobiliários comercializados no país. Por fim, os Indicadores Setoriais oferecem uma visão mais detalhada sobre o desempenho dos diferentes setores do mercado imobiliário.

7. Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC)

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) é um indicador mensal que mede a variação de preços de um conjunto de produtos e serviços, como transporte, alimentação e educação, adquiridos pelas famílias.

O INPC é importante para o mercado imobiliário porque serve como referência para o reajuste de aluguéis e financiamentos imobiliários.

Conclusão

O mercado imobiliário é extremamente complexo e dinâmico, e os indicadores são apenas uma pequena parte do quadro geral. No entanto, os principais indicadores do mercado imobiliário podem fornecer uma boa base para o investimento em imóveis. 

É importante lembrar que os indicadores são apenas uma ferramenta, e não devem ser usados ​​como um substituto para o pensamento crítico e a análise fundamentada.

Facebook
WhatsApp
Email
Imprimir

Participe da discussão

Sobre a autora
Picture of Ana Elisa
Ana Elisa

Corretora Imobiliária e Perita Avaliadora, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro e de investimentos. Seu objetivo é assessorar com exclusividade seus clientes para obterem sucesso nos negócios que envolvam transações imobiliárias.

Compare listings

Comparar